Trabalhamos com criatividade e disciplina, com foco e abrangência para mapear as melhores oportunidades de investimento e antecipar tendências.

Dividimos com você, aqui, um pouco da forma Verde Asset Management de pensar.

Rumo aos Estados Unidos

Entrevista com Luis Stuhlberger, entre outros gestores, para a revista Istoé Dinheiro

Na manhã de primeiro de novembro de 2016, gestores de fundos de investimentos acordaram com uma missão: traçar suas estratégias para atrair parte dos recursos de brasileiros no Exterior que haviam sido regularizados no programa de repatriação da Receita Federal, encerrado em 21 de outubro. O dinheiro – R$ 169,9 bilhões – foi regularizado, mas não voltou. Agora, está na mira de gestoras brasileiras que têm fundos lá fora, e que estão abrindo subsidiárias para cuidar desses clientes.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

PIB potencial de 2,5% é inatingível, diz Leichsenring, da Verde Asset

Matéria com Daniel Leichsenring, para o jornal Valor Econômico

O economista-chefe da Verde Asset Management, Daniel Leichsenring, projetou um cenário pessimista para a recuperação econômica do país no encerramento do primeiro dia de atividades da “2017 Latin American Investment Conference”, evento promovido pelo Credit Suisse hoje e amanhã em São Paulo. Mirando sua caneta de laser em gráficos abrangentes sobre a situação econômica do país, Leichsenring disse a uma plateia de mais de mil profissionais do mercado financeiro e investidores que o Brasil está em via de retomada, mas trata-se de uma recuperação “bastante lenta e gradual” e que é “inatingível” para o país um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) potencial como a média de 2,5% ao ano vista entre 1980 e 2016.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , , ,

 

Ritmo de alta do PIB será bem mais lento quando País sair da recessão

Matéria com Daniel Leichsenring, entre outros economistas, para o jornal O Estado de S. Paulo

Estudo que avaliou três itens considerados vitais para o crescimento – investimentos, produtividade dos trabalhadores e das empresas e oferta de mão de obra jovem – chegou à conclusão que capacidade de crescimento do País caiu

Entre os especialistas não há consenso se a economia vai ou não se recuperar neste ano. Porém, cresce a percepção de que a capacidade de crescimento do País será menor quando sair da maior recessão de sua história. Um cenário traçado pela gestora de recursos Verde Asset Management indica que após crescer em média 2,5% ao ano desde a década de 80, a tendência é que o Brasil cresça 1,5% ao ano daqui para frente.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Gestão ativa ganha espaço

Matéria com Luiz Parreiras, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico

De um lado, gestores independentes ávidos para abocanhar parte de um mercado de R$ 600 bilhões que cresce a taxas de 25% ao ano. De outro, instabilidade em relação às regras da Previdência. Nesse cenário, a gestão ativa dos fundos previdenciários vem ganhando cada vez mais espaço.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Mercado também atrai butiques de investimento

Matéria com Luiz Parreiras, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico
Luiz Parreiras, do Verde Asset Management: meta, em cinco anos, é ter de R$ 5 bilhões a R$ 6 bilhões em previdência. Foto: Luis Ushirobira/Valor

Apesar de ser uma indústria na qual o maior volume de recursos está concentrado nos grandes bancos, o mercado de previdência não para de ganhar novos gestores. Todos independentes, ou seja, não vinculados a grandes instituições financeiras. Hoje, mais de 90% dos 522 gestores de fundos de investimentos listados na Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) são independentes.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

‘Para mercado, governo perdeu força’

Entrevista com Luis Stuhlberger para o jornal O Estado de S. Paulo
Stuhlberger afirma que foi lerdo como investidor ao fazer uma reflexão sobre suas reações a respeito a visão pessimista do mercado. Foto: Hélvio Romero/Estadão

O gestor de fundos mais bem-sucedido do Brasil, Luis Stuhlberger, terminou a semana passada frustrado consigo mesmo. “Fui lerdo”, disse em entrevista ao Estado, no início da noite de sexta-feira, ao fazer uma reflexão sobre as suas reações como investidor diante de mais uma semana de reviravoltas – e que reviravoltas. Stuhlberger havia conversado com a reportagem na segunda pela manhã, mas foi preciso atualizar e ampliar as análises após o mercado reagir com pessimismo a dois acontecimentos: as mudanças feitas pela Câmara no pacote anticorrupção e o acordo de leniência da Odebrecht, cujas delações podem atingir centenas de políticos e até ministros da base de sustentação do governo. “A leitura do mercado é que a capacidade política do governo para aprovar a reforma da Previdência diminuiu”, diz ele. Por outro lado, na seara econômica, aumentou a pressão sobre o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para que entregue crescimento. “O crescimento do ano que vem será muito baixo: não serve para dar popularidade”, disse Stuhlberger.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , , , ,

 

Visão do investidor

Entrevista com Daniel Leichsenring, para a coluna da Miriam Leitão no jornal O Globo

O paciente continua na UTI, mas foi transferido de um hospital público para o Albert Einstein. Assim o economista-chefe da Verde Asset, Daniel Leichsenring, que gere o Verde, um dos principais fundos de investimento do país, resume sua visão sobre o atual momento da economia. O ajuste está surpreendendo, mas a recuperação decepciona. A crise dos estados vai se tornar cada vez mais um problema da União.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Eduardo Pavia irá debater sobre regulação e autorregulação dos mercados

Eduardo Pavia, advogado e head de Compliance da Verde AM, será um dos convidados do Anbima Day. O evento, realizado em parceria entre o Insper e a Anbima, irá debater sobre a regulação e autorregulação do mercado e os desafios e oportunidades da carreira nos mercados financeiros e de capitais.

Data: 8 de novembro de 2016 (terça-feira)
Horário: das 14h30 às 18h30
Local: Auditório Steffi e Max Perlman
Rua Quatá, 300 – Vila Olímpia/SP

Para inscrições ou maiores informações, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Eduardo Pavia lança livro sobre regulação de fundos de investimento

O advogado e head de Compliance da Verde Asset, Eduardo Pavia, lançou no final de setembro o livro Fundos de Investimento: Estrutura Jurídica e Agentes de Mercado como Proteção do Investimento. A obra, já atualizada pelas Instruções CVM 554, 555 e 558, desenvolve a dissertação de mestrado em Direito Comercial de Pavia.

Eduardo Pavia, advogado e Head de Compliance da Verde AM. Foto: Quartier Latin

Com prefácio de Ivo Waisberg e apresentação de Otavio Yazbek, o livro explora com profundidade temas como natureza e responsabilidade dos diversos agentes a partir dos quais se estrutura a sistemática operacional dos fundos de investimento. Além disso, traz às discussões teóricas uma importante dimensão prática e abre caminho para novos debates.

“Dois fatores principais me levam a acreditar que a publicação do livro contribui para o debate: a escassez de doutrina sobre o assunto e a recente reforma da regulamentação, promovida pela CVM, que torna o trabalho ainda mais atual e urgente”, destaca Pavia.

A atuação profissional do advogado foi um ponto-chave para o desenvolvimento da obra, pois, por conhecer profundamente a indústria na prática pelos seus mais de 15 anos de experiência, o autor consegue pontuar ao longo dos capítulos o que é importante e o que é secundário no setor.

Foto: Quartier Latin

TÍTULO
FUNDOS DE INVESTIMENTO
Estrutura Jurídica e Agentes de Mercado Como Proteção do Investimento
AUTOR
PAVIA, Eduardo Cherez
EDITORA
Quartier Latin/Atlântico Pacífico

Tags: , , , , , , ,

 

Bolhas em formação no mercado já preocupam

Matéria com Artur Wichmann, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico
Artur Wichmann, da Verde Asset: há euforia com ações dos setores elétrico, telecom e consumo básico nos EUA. Foto: Luis Ushirobira/Valor

Sinais firmes de bolha em mercados como o de títulos soberanos globais, empréstimos corporativos chineses e também na bolsa americana tiram o sono de analistas e gestores de recursos que, no entanto, não veem mudanças imediatas no cenário de liquidez atual. Em um ou dois anos, contudo, quando os juros começarem a subir, a percepção geral é que o estrago está encomendado e pode ser amplo, atingindo com mais força economias que precisam de reformas importantes para absorver choques externos, como o Brasil.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , , , ,

 

Página 1 de 512345
Este conteúdo foi preparado pela Verde Asset Management S.A., bem como suas sociedades afiliadas (conjuntamente “Verde”), tem caráter meramente informativo e não deve ser entendido como análise de valor mobiliário, material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro ou investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégia de investimento por parte dos destinatários. As informações referem-se às datas e condições mencionadas e não serão atualizadas. Os cenários apresentados podem não se refletir nas estratégias dos diversos fundos e carteiras geridos pela Verde. Aos investidores é recomendada a leitura cuidadosa de lâminas, prospectos e/ ou regulamentos ao aplicar seus recursos. A Verde não se responsabiliza por erros, omissões ou pelo uso destas informações. Este material foi preparado com base em informações públicas, dados desenvolvidos internamente e outras fontes externas. A Verde não garante a veracidade e integridade das informações e dados ou que os mesmos estão livres de erros ou omissões. Recomendamos uma consulta às fontes mencionadas para maiores informações. As análises aqui apresentadas não pretendem conter todas as informações relevantes que um investidor deve considerar e, dessa forma, representam apenas uma visão limitada do mercado. As estimativas, conclusões, opiniões, sugestões de alocação, projeções e hipóteses apresentadas não constituem garantia ou promessa de rentabilidade e resultado ou de isenção de risco pela Verde. Ao investidor cabe a responsabilidade de informar-se sobre eventuais riscos previamente à tomada de decisão sobre investimentos. Este conteúdo não deve substituir o julgamento independente dos investidores. A Verde não se responsabiliza por danos oriundos de erros, omissões ou alterações nos fatores de mercado nem pelo uso das informações aqui contidas. Este conteúdo não pode ser copiado, reproduzido ou distribuído sem a prévia e expressa concordância da Verde.