Trabalhamos com criatividade e disciplina, com foco e abrangência para mapear as melhores oportunidades de investimento e antecipar tendências.

Dividimos com você, aqui, um pouco da forma Verde Asset Management de pensar.

Bolhas em formação no mercado já preocupam

Matéria com Artur Wichmann, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico
Artur Wichmann, da Verde Asset: há euforia com ações dos setores elétrico, telecom e consumo básico nos EUA. Foto: Luis Ushirobira/Valor

Sinais firmes de bolha em mercados como o de títulos soberanos globais, empréstimos corporativos chineses e também na bolsa americana tiram o sono de analistas e gestores de recursos que, no entanto, não veem mudanças imediatas no cenário de liquidez atual. Em um ou dois anos, contudo, quando os juros começarem a subir, a percepção geral é que o estrago está encomendado e pode ser amplo, atingindo com mais força economias que precisam de reformas importantes para absorver choques externos, como o Brasil.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , , , ,

 

Indefinição externa pressiona juros de longo prazo no país

Matéria com Luiz Parreiras, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico
Parreiras, da Verde: indicação de alta de juros pelo Fed deixará mercados nervosos. Foto: Luiz Ushirobira/Valor

A expectativa de mudança na política monetária nos Estados Unidos e de ajustes nos programas de estímulo do Japão e na Europa têm provocado uma correção de preços nos mercados globais e colocado em discussão a alocação em juros nos mercados emergentes. Investidores aguardam as reuniões do banco do Japão (BoJ) e do Federal Reserve (Fed, banco central americano), ambas na quarta, que podem trazer novas sinalizações sobre o rumo das taxas de juros.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , , ,

 

Juro real alcança maior nível desde 2008

Trecho da entrevista com Fernando Genta para o jornal Valor Econômico

Silvia Constanti/Valor

Foto: Silvia Constanti/Valor

 

Desde a retomada do ciclo de aperto monetário em outubro do ano passado, o juro real subiu de 5,39% para 7,65%, maior nível desde dezembro de 2008. Essa taxa, obtida pela diferença entre o contrato de “swap” com prazo de 360 dias e o IPCA projetado doze meses à frente, está acima do ponto chamado de “neutro” — aquele que permite que a economia cresça de acordo com seu potencial sem gerar pressões inflacionárias.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , ,

 

Alta de taxa alemã tem pouco reflexo em juro local

Trecho da entrevista de Artur Wichmann — entre outros gestores do mercado — para o jornal Valor Econômico
Foto: Luis Ushirobira/Valor

Foto: Luis Ushirobira/Valor

A alta no rendimento pago pelos títulos alemães, que tem intrigado analistas globais, não é irracional, porém não tem muito mais fôlego. É a visão de gestores brasileiros, para quem é limitado o reflexo do movimento nas taxas locais, que têm motores próprios.

“O que o mercado vê agora é a volta de um movimento extremo, que tinha ido longe demais”, diz Artur Wichmann.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Este conteúdo foi preparado pela Verde Asset Management S.A., bem como suas sociedades afiliadas (conjuntamente “Verde”), tem caráter meramente informativo e não deve ser entendido como análise de valor mobiliário, material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro ou investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégia de investimento por parte dos destinatários. As informações referem-se às datas e condições mencionadas e não serão atualizadas. Os cenários apresentados podem não se refletir nas estratégias dos diversos fundos e carteiras geridos pela Verde. Aos investidores é recomendada a leitura cuidadosa de lâminas, prospectos e/ ou regulamentos ao aplicar seus recursos. A Verde não se responsabiliza por erros, omissões ou pelo uso destas informações. Este material foi preparado com base em informações públicas, dados desenvolvidos internamente e outras fontes externas. A Verde não garante a veracidade e integridade das informações e dados ou que os mesmos estão livres de erros ou omissões. Recomendamos uma consulta às fontes mencionadas para maiores informações. As análises aqui apresentadas não pretendem conter todas as informações relevantes que um investidor deve considerar e, dessa forma, representam apenas uma visão limitada do mercado. As estimativas, conclusões, opiniões, sugestões de alocação, projeções e hipóteses apresentadas não constituem garantia ou promessa de rentabilidade e resultado ou de isenção de risco pela Verde. Ao investidor cabe a responsabilidade de informar-se sobre eventuais riscos previamente à tomada de decisão sobre investimentos. Este conteúdo não deve substituir o julgamento independente dos investidores. A Verde não se responsabiliza por danos oriundos de erros, omissões ou alterações nos fatores de mercado nem pelo uso das informações aqui contidas. Este conteúdo não pode ser copiado, reproduzido ou distribuído sem a prévia e expressa concordância da Verde.