Trabalhamos com criatividade e disciplina, com foco e abrangência para mapear as melhores oportunidades de investimento e antecipar tendências.

Dividimos com você, aqui, um pouco da forma Verde Asset Management de pensar.

1ª Edição do Verde Day

Por Artur Wichmann e Daniel Leichsenring

No dia 30 de agosto aconteceu a 1ª Edição do Verde Day. Evento idealizado há tempos com o objetivo de compartilhar o conhecimento gerado e acessado pela Verde AM no seu dia-a-dia de gestão dos fundos.

Foi uma manhã de painéis muito interessantes, em que nosso time de gestão e palestrantes externos discorreram sobre assuntos que estão no centro das teses de construção de portfólio na Verde.

Claudio Lottenberg, presidente do grupo UnitedHealth no Brasil, abordou a questão da saúde e seus principais desafios. David Veléz, CEO do Nubank, uma das mais inovadoras e bem-sucedidas fintechs no Brasil, falou sobre inovação e a trajetória da empresa. O Professor Marco Aurelio Ruediger, Diretor de Análise de Políticas Públicas da FGV, observou o impacto da mídia social nas eleições e concluímos com o Presidente Fernando Henrique Cardoso apresentando sua visão sobre política no Brasil e mundo.

Para continuar lendo, clique aqui.

Tags: , , , , ,

 

‘Está difícil ser pessimista com o Brasil’, diz o gestor da estratégia multimercado Luiz Parreiras

Matéria exclusiva com Luiz Parreiras, para o jornal Estadão
“Nossa visão de longo prazo é mais cética. Para crescer mais de 2,5% ao ano por um período longo, é preciso fazer reformas”. Foto: Hélvio Romero/Estadão

Uma mudança de diagnóstico sobre a economia brasileira provocou uma guinada na Verde Asset Management, que tem R$ 33 bilhões em ativos sob gestão. A gestora, que expôs, nos últimos anos, uma visão negativa sobre ativos domésticos a partir de declarações do sócio fundador Luis Stuhlberger, está, agora, otimista com o cenário econômico para o Brasil, ao menos de curto prazo. “Está difícil construir um argumento muito pessimista em relação ao crescimento do País hoje”, disse o estrategista da gestora, Luiz Parreiras.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , ,

 

“Jogo” do mercado com a Previdência começa a ficar perigoso, alerta gestor da Verde, Luiz Parreiras

Entrevista exclusiva com Luiz Parreiras, para o portal InfoMoney
Luiz_Parreiras-InfoMoneyNossa grande preocupação é a apatia como o mercado tem enfrentado essa diluição, diz o gestor da Verde. Foto: Lucas de Abreu/InfoMoney

É prematuro demais “sepultarmos” a reforma da previdência, mas já é possível concluirmos que, pela diluição gradual e constante daquela proposta inicialmente enviada pelo governo Temer ao Congresso, devemos ter mudanças bem menores do que o outrora vislumbrado. As estimativas atuais de Henrique Meirelles (ministro da Fazenda) dão conta que entre 70% e 80% do projeto inicial de reforma deverá passar, mas há quem diga que essa diluição já chegou em 50% da economia que a previdência traria.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Gestão ativa ganha espaço

Matéria com Luiz Parreiras, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico

De um lado, gestores independentes ávidos para abocanhar parte de um mercado de R$ 600 bilhões que cresce a taxas de 25% ao ano. De outro, instabilidade em relação às regras da Previdência. Nesse cenário, a gestão ativa dos fundos previdenciários vem ganhando cada vez mais espaço.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Mercado também atrai butiques de investimento

Matéria com Luiz Parreiras, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico
Luiz Parreiras, do Verde Asset Management: meta, em cinco anos, é ter de R$ 5 bilhões a R$ 6 bilhões em previdência. Foto: Luis Ushirobira/Valor

Apesar de ser uma indústria na qual o maior volume de recursos está concentrado nos grandes bancos, o mercado de previdência não para de ganhar novos gestores. Todos independentes, ou seja, não vinculados a grandes instituições financeiras. Hoje, mais de 90% dos 522 gestores de fundos de investimentos listados na Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) são independentes.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , ,

 

Indefinição externa pressiona juros de longo prazo no país

Matéria com Luiz Parreiras, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico
Parreiras, da Verde: indicação de alta de juros pelo Fed deixará mercados nervosos. Foto: Luiz Ushirobira/Valor

A expectativa de mudança na política monetária nos Estados Unidos e de ajustes nos programas de estímulo do Japão e na Europa têm provocado uma correção de preços nos mercados globais e colocado em discussão a alocação em juros nos mercados emergentes. Investidores aguardam as reuniões do banco do Japão (BoJ) e do Federal Reserve (Fed, banco central americano), ambas na quarta, que podem trazer novas sinalizações sobre o rumo das taxas de juros.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , , ,

 

‘País vive um alinhamento de estrelas’

Trecho da entrevista com Luiz Parreiras para o jornal O Estado de S. Paulo
luiz_parreiras-estadao-160617Luiz Parreiras, gestor de multimercados da Verde Asset. Foto: Estadão.

Os administradores do Fundo Verde, um dos maiores fundos de multimercado do Brasil, são conhecidos por antecipar tendências e conseguir retornos difíceis de replicar. Para Luiz Parreiras, da Verde Asset, o otimismo do mercado está ligado a uma “confluência de fatores globais e locais” – que correm o risco de serem revertidos.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , ,

 

Gestores reduzem fatia aplicada em dólar no portfólio

Trecho da entrevista com Luiz Parreiras, entre outros gestores, para o jornal Valor Econômico
Foto: Valor EconômicoParreiras, da Verde: portfólio reflete novo cenário-base, de mudança no governo. Foto: Valor

Os dois mais renomados gestores de multimercados brasileiros, Verde e SPX, reduziram de forma significativa a posição em dólar em relação ao real nas últimas semanas. O Verde, que tinha 25% do patrimônio na moeda americana no começo do ano e chegou a ter mais de 50% em 2015, acaba de levar essa fatia a 20%. O Valor apurou que também a SPX, que chegou a dedicar 40% do risco do fundo às posições que ganhavam com a alta do dólar, reduziu a cerca de 15%, e não opera mais contra o real, somente nos negócios de dólar versus outras moedas.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , , , ,

 

Tempero nipônico no portfólio

Trecho da entrevista com Luiz Parreiras – entre outros gestores do mercado – para o jornal Valor Econômico

Gestores brasileiros, confiantes nas políticas do primeiro-ministro Shinzo Abe, aumentam presença japonesa em fundos para investidor local.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , , ,

 

Gestora de Stuhlberger abre irmão temporão do Verde

Trecho da entrevista com Luiz Parreiras para o jornal Valor Econômico

Parreiras, estrategista do Verde: "A flexibilidade da alocação dinâmica em dólar é o grande diferencial do Horizonte"

Parreiras, estrategista do Verde: “A flexibilidade da alocação dinâmica em dólar é o grande diferencial do Horizonte”. Foto: Luis Ushirobira/Valor

O fundo Verde já não é mais o único do mercado a se aproveitar da experiência da equipe de Luis Stuhlberger em renda fixa brasileira. Treze anos depois de o multimercado brasileiro mais famoso ter sido fechado para novas aplicações, a Verde Asset lança o Horizonte, com muitas características do primeiro filho, porém com ativos mais líquidos. A fama do gestor reflete-se no interesse dos investidores. Aberto para captação sem qualquer alarde desde abril, o fundo acaba de ultrapassar R$ 1 bilhão em patrimônio.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tags: , ,

 

Este conteúdo foi preparado pela Verde Asset Management S.A., bem como suas sociedades afiliadas (conjuntamente “Verde”), tem caráter meramente informativo e não deve ser entendido como análise de valor mobiliário, material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro ou investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégia de investimento por parte dos destinatários. As informações referem-se às datas e condições mencionadas e não serão atualizadas. Os cenários apresentados podem não se refletir nas estratégias dos diversos fundos e carteiras geridos pela Verde. Aos investidores é recomendada a leitura cuidadosa de lâminas, prospectos e/ ou regulamentos ao aplicar seus recursos. A Verde não se responsabiliza por erros, omissões ou pelo uso destas informações. Este material foi preparado com base em informações públicas, dados desenvolvidos internamente e outras fontes externas. A Verde não garante a veracidade e integridade das informações e dados ou que os mesmos estão livres de erros ou omissões. Recomendamos uma consulta às fontes mencionadas para maiores informações. As análises aqui apresentadas não pretendem conter todas as informações relevantes que um investidor deve considerar e, dessa forma, representam apenas uma visão limitada do mercado. As estimativas, conclusões, opiniões, sugestões de alocação, projeções e hipóteses apresentadas não constituem garantia ou promessa de rentabilidade e resultado ou de isenção de risco pela Verde. Ao investidor cabe a responsabilidade de informar-se sobre eventuais riscos previamente à tomada de decisão sobre investimentos. Este conteúdo não deve substituir o julgamento independente dos investidores. A Verde não se responsabiliza por danos oriundos de erros, omissões ou alterações nos fatores de mercado nem pelo uso das informações aqui contidas. Este conteúdo não pode ser copiado, reproduzido ou distribuído sem a prévia e expressa concordância da Verde.